Sejam bem vindos ao meu Blog

"O Artista se eleva pelo prazer da beleza dentro de sua criação."

Minha origem

Sei que amo. Conheço minha origem, respeito a mim mesma, tenho consciência da miscigenação e da minha cidadania.

Bahia de Todos os Santos

Moro na Bahia de Todos os Santos, abençoada por 365 igrejas, um legado deixado pelos Portugueses. No sincretismo religioso, o abraço com todas as religiões.Um povo que vibra sem intolerância religiosa.Tenho fé e amo meu povo!

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

VersAsís por Marina Moreno para Varenka

Varenka

Fatima Araújo

do amor sedenta

na arte delicioso refúgio.



É inteligente e sensível

gosta de gente

sempre visível

presente.




MARINA MORENO (14.02.2018)  São Paulo

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Pontal - VesAsís - por Varenka de Fátima

 


Pontal
de Itacaré
caminhado frontal
não tem jacaré

visitada por seus encantos
por tanta gente
 deslumbramentos
presente


Varenka de Fátima Araújo










Casebre


Passei em frente de um casebre. Parei, me arrebatou tantas lembranças...Mamãe foi a mais forte, sempre ouvi dos seus lábios, os primeiro anos de vida de casada, viveu em um casebre, o ferro de brasa, o fogão uma arrumação de tijolos, colocava lenha para fazer comido, o chão de barro batido, quando nasci, muito magra, meu pai colocava uma esteira no chão para que eu não ficasse diretamente sentada no barro, a comida era parca em uma mesa com dois tamboretes, a cama completava os moveis, papai teve vários empregos, o primeiro em uma empresa, que ao completar dois anos foi posto para fora, em outra os diretores Americanos foi outros dois anos, fora para não ter vínculo, a melhor, que já era uma garota de nove anos, vi como uma falência é uma tortura, papai e nós ficamos no meio do mundo, mamãe consegue uma proposta de viajar vendendo uma mercadoria, papai e mamãe revesavam viajando para outros Estados, tudo que conseguiram foi com muito suor.Então, vivas para a Mulher Bonita mamãe e meu pai Chaguinhas. Um pedido aos meus, não tasquem no que mamãe construiu.

Varenka de Fátima Araújo

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Salvador em plena folia - 4 fevereiro - domingo na Barra

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, atividades ao ar livre e texto

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Para meu papai

Cá onde habito
Papai onde, tu habitas
Também podemos conversar
Hoje, dia de Iemanjá, teu dia
Comprei um chapéu, é teu,meu
Ouvi tua música que cantavas
" Malagueña" com uma voz, igual
Nunca encontro um só defeito
Fico vagando, ouvindo sua voz
Desculpa, do meu jeito de fera
Sei, tinhas razão em tudo
O muito que sinto pelo Chaguinhas
Já não vale tento, não estais aqui
E, por fim não descarto minha tristeza
Como a falta que faz a mamãe
Que chora ao ouvir o teu nome
Ainda, estou cumprindo o que me pediste
Todos sabem que só aceitava o teu pedido
Só sei, cada dia fico parecida com papai.

Meu papai.

A imagem pode conter: 2 pessoas, close-up

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Convite da ALB


segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Noite tristonha

A noite esta quente como brasa
É que a queimação pela manhã
Está partindo para o provável
Uns homens massacrando, quebrando
A revolta já com força, é a revolta com fogo
Aquele homem equilibrando na marquise
juntando ferros, soltando faíscas, a fome bate
ele não para seu trabalho.
Na mesma hora, um outro homem maquinando
maldades, em uma sala confortável, para sugar
tudo do pobre honrado, dez cabeças trabalham
para destruirem uma Nação.
Tenho feito pouco como Fátima, esperando que
o milagre chegue logo.
A moça no Metrô de olhos verdes, cabelos caracolados
pele morena, na sua solidão em voz alta: Não gosto do Brasil,
geograficamente é belo, é o pulmão do mundo.
Depois falava mais alto, uns homens perversos, monstros, vão
destruindo nosso futuro, fico aqui, por não ter saída.
Eles morrerão e deixarão suas viúvas ambiciosas com malas
com muito dinheiro, mulheres gostam de dinheiro, na estação
desceu com o rosto transparente de raiva.
E o veloz era conduzido por uma mulher.
O dia estava queimando tudo.

domingo, 28 de janeiro de 2018

Minha escultura Mulher Pedra

A imagem pode conter: área interna

sábado, 27 de janeiro de 2018

Carlos Leite ficou eternamente

Nenhum texto alternativo automático disponível.Não me abandonem
Já me sinto como se fosse nada
Olha não, nada mais triste perder
tantos amigos em um momento pavoroso
Foleando o Livro de Fernando Pessoa,
está impresso em duas páginas a folha que me ofertaste
Estou lúcida, ouvido sua voz com forte sotaque de Português.
O teu feito, o Portal CEN "Cá estamos nós"
Fica marcado como, Carlos Leite Ribeiro.

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Capa do Livro de Nicanor Parra

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Minha Homenagem para Nicanor Parra

E, noite, sinto falta de uma vate
Justamente no dia 23 de janeiro de 2018
Nicanor Parra que dorme eternamente
No Chile, em todos os lugares
Não, não será esquecido
Soube abater versos com novas modalidades
Um homem que esculpiu uma pedra
Com novas técnicas contando sua estrada
Umas árvores para escrever com sonhos
De um grande saber por longa vida
Suas tiradas foram bem certeiras
Na noite mais escura suas mãos descansam
Enquanto uns pensam de formas diferentes
Não sei lidar com morte, tumba, esquecimento
Sei fixar na memória seu rosto, suas mãos
Sues escritos como um livro seu nascendo
De forma avançada, futurista, bem longo
Não choro, não sei chorar neste momento
Sei que seus cabelos pratas revoltos ficaram
Retidos em minha mente com suas letras.

Varenka de Fátima Araújo

Salvador-Bahia-Brasil

Homenagem para Nicanor Parra

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

sábado, 20 de janeiro de 2018

Eu, Armandinho,Guitarra baiana.

A imagem pode conter: 4 pessoas, violão e área interna

Guitarra Baiana- Armandinho Macedo.

Bem que a gente podia treinar, Armandinho Macêdo, Betinho Macedo, André Macêdo II e o Aroldo Macedo, não, não, sou bem desafinada, meus pai comprou sanfona e dizia filha se não quer cantar aprenda a tocar, eu, com aquele peso desafinava mesmo, nunca tive chace, desafinava por não ouvir. Bem, meusamigos de adolescência, famosos...A cidade de Salvador já está pronta para receber turistas e, a família Macêdo no Trio vai fazer a maior festa, mostrando a criação mais nova de Armandinho Macêdo.

Guitarra Baiana

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Limitados

Limitados

O limite é um jogo de doer, para entrarem no cubículo, o casal passa por cinco portões, uma luz é o suficiente, o numero 2 marcado em todo parte, não existe outra soma maior, cortar o ilimitado da net, seria uma pequena morte, único meio de comunicação da senhora,dividindo o tempo com seu esposo, o tempo marcado pelo ponteiro do relógio, uma noite tem limite entre o teclar e o amor, o dia começa mais tarde, limite para vestir, correr, comer, trabalhar. O ilimitado da net única opção para o casal, para todos. Bem lembrado neste jogo, o ilimitado é o favorito. O malabarismo tem sido constante para equilibrar despesas do casal, estão sempre resmungando: Pior não pode ficar, estamos mesmo sobre o comando perverso, tirar a net ilimitada, pagaremos mais caro, o bolso vai ficando sem um real.

Varenka de Fátima Araújo

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Positivo

Mamãe, tudo depende do nosso entendimento.

Enquanto os brutos sempre tentam, aquilo que sabem ser possível,

mutilarem, zombarem, matarem.

E a justiça fazer vistas grossas.

Existirão os equilibristas, na função da perfeição do corpo e mente,

é uma qualidade dos homens civilizados, que são superiores aos Seres

selvagens, animalescos.

Os do bem, tentando atingirem poderes físicos e mentais em harmonia

com os objetivos da Humanidade.

Ainda, me resta esperança, como um fio  verde em todo Planeta Terra.


Varenka de Fátima Araújo


Salvador- Bahia- Brasil

Diploma da minha participação Positivo.

Nenhum texto alternativo automático disponível.